quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Beneficios da Berinjela


A berinjela (Solanum melongena) é nativa da Índia e da China. Há indícios de que ela não era conhecida na Europa até cerca de 1500, quando os árabes a levaram ao Mediterrâneo. Na Europa, a primeira região a cultivar a beringela foi Andaluzia, Sul da Espanha. Na Itália a beringela é preparada desde o século XV.

Sobre suas propriedades nutricionais podemos destacar seu elevado teor de potássio, contrastando com modestas quantidades de cálcio e fósforo. Contém vitaminas do grupo A, B, C, ácido fólico e sódio. Também contém uma boa quantidade de antioxidantes. É muito utilizada em dietas hipocalóricas, devido a pouca gordura e açúcares.

É útil como sedativo e estimulante do fígado, pâncreas e intestinos. Regulariza e estimula a atividade do fígado, aumentando a produção e a secreção da bile, devido as substâncias amargas semelhantes às que estão nas folhas de alcachofra. Por ser um vegetal, contém um elevado conteúdo fibra alimentar, ideal para combater a prisão de ventre. A beringela possui propriedades purificantes e suavemente laxativas, promove a redução de colesterol no sangue e estimula a diurese.

Essas propriedades contribuem para desempenhar seguras atividades depurativas e desintoxicantes do corpo. É indicada nos casos de gota, arteriosclerose, inflamação urinaria, hepatite e prisão de ventre. Segundo alguns médicos, beber "água de berinjela" (infusão de pedaços de legumes) pode baixar a pressão arterial, como um farmacológico semelhante a certas drogas anti-hipertensivas. A Associação Americana de diabetes e os pesquisadores do National Diabetes Education Program da NIH recomendam o consumo alimentar de beringela em pacientes que sofrem de diabetes tipo 2 e hipertensão arterial. A explicação é devido ao alto teor em fibras e carboidratos solúveis, e a presença de uma substância que inibe algumas enzimas das duas doenças.

A berinjela deve ser consumida cozida, porque é tóxica. Para sanar o problema da substancia tóxica é melhor remover as partes verdes e profundamente a pele. Cozinhá-la também ajuda a desativar o resíduo restante. Outro bom resultado se tem fatiando as berinjelas, salgando-as ligeiramente e deixando-as repousar pelo menos duas horas, lavando-as antes de cozinhar. Também devo acrescentar que quanto mais esses legumes se tornam maduros, a porcentagem da substância diminui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário